18.5.17

PATRIMÓNIO NÃO É SÓ FACHADA E ESPECTÁCULO É TAMBÉM CULTURA E INTERIOR, TEM UMA ALMA A MOSTRAR E PESSOAS DENTRO!




Parafraseando o Salvador (da Pátria Musical ) : O Património não é só fachada e espectaculo é também cultura e interior , tem uma alma a mostrar e pessoas dentro... há que ter em atenção o conjunto !
Vem isto a propósito de que em Tomar se passa o mesmo – que noutros casos é denunciado – e semelhantemente àquilo que tb no passado se passava aqui ou seja : a velha Ordem de Cristo aprazava o serviço de gestão de seus bens por vezes a um qualquer judeu onzeneiro que mais não fazia do que buscar o seu máximo lucro...
Também numa telenovela recente, que se passou na nossa cidade, era denunciado o caso dos hospitais que colocam à sua frente gestores apenas preocupados com a rentabilidade maxima e  pessoal minimo, sobrecarregando estes sem compensações...

Hoje temos que a Camara "entrega" o seu patrimonio a alguém exterior que cuida apenas da sua propria imagem ...ah grandes andanças em carro de alta cilindrada ...e que se está borrifando para o pessoal que trabalha sem condições nem garantias fazendo a permanência dos monumentos da nossa cidade. São "colaboradores" de um serviço prestado até ao dia em que recebem...aí passam a assalariados de baixo custo ou melhor dizendo a escravos explorados recebendo menos de metade do valor contratual de seu trabalho , sendo que a maioria vai para os bolsos do empregador sem custos proprios nem descontos para nada...à margem da lei.. Assistência medica não existe, aliás as doenças são "proibidas" de existir e severamente "punidas" (sem direito a qualquer abonamento) caso se manifestem...à boa maneira medieva são concerteza fruto de pecados próprios a corrigir... Tais são as boas experiências proporcionadas aos colaboradores por tais agentes do lucro empenhado!
E não só no medievo...também  na industria nascente no sec XVIII já o jovem Engels denunciava as condições de vida dos trabalhadores ...como aliás um filme recente nos recorda!

Actualmente lê-se em jornais da capital  que um quinto dos trabalhadores são precários e que o governo quer o Estado a combater esta realidade: os falsos recibos verdes estão a aumentar !
Pois que a Autoridade para as Condições de Trabalho começe a actuar mais eficazmente na proteção dos mais prejudicados ou desfavorecidos. Que estes se levantem e façam valer os seus direitos á dignidade de vida , junto de quem de direito os possa defender .
Até quando se vai passar tudo isto?...Há que tomar consciência do que se passa...a velha luta do Capital sem alma contra o Trabalho!   Os trabalhadores, seja em que situação for, não podem ser vistos apenas como cifrões em processo de desumanização (a)celerada !

Também  parafraseando o papa : já não há milagres a baixo preço...A boa visibilidade dos monumentos passa pela motivação e satisfação dos funcionarios e esta passa por melhores condições de trabalho! 
À atenção de quem de direito e da câmara de Tomar ... salvaguardando as condições de vida de seus concidadãos em futuros contratos!
Há algo mais para além de um mundo descartável ...